Arquivo para Janeiro de 2018

Semântica e política

Outro dia assisti a um vídeo no Youtube onde a militante feminista recomendava que homens não deveriam sorrir ou muito menos tentar uma aproximação com qualquer mulher na rua, pois isso seria uma forma de assédio sexual. Na mesma época, li no Facebook uma denúncia de que os tradicionais dois beijinhos (em alguns lugares um) […]

Onde estão localizadas as fabricantes de chips

Perceber onde estão localizadas as  principais fabricantes de chips ajuda a visualizar a geopolítica da produção de tecnologia. Então, vejamos. Estados Unidos: Intel, Qualcomm, Mícron, Texas Instrument, AMD, Freescale, NVIDIA e Marvell. Taiwan:  TSMC, MediaTek e UMC. Cingapura: Broadcom Coréia do Sul: Samsung e Hynix. China: HiSilicon e Tsinghua. Japão: Sony e Renesas. Alemanha: Infineon. […]

Broadcom e Qualcomm

Há basicamente três tipos de fábricas de chips. As integradas são aquelas que desenham e fabricam seus próprios chips. As duas maiores do mundo são Intel e Samsung. As “pure play” (quase todas localizadas em países do sudeste asiático) que não desenham e são contratadas para fazer chips de terceiros. O grande exemplo é a […]

Sobre o julgamento de Lula

Não conheço o autor, mas tomo liberdade de publicar texto do professor Pedro Jorge de Freitas por expressar exatamente o que penso a respeito do julgamento do ex presidente Lula. ———- Contrariando muitos amigos militantes da esquerda não petista, não considero que seja indiscutível o direito de Lula participar da eleição de 2018. Isto não […]

Abril e Bandeirantes rumo à falência

Exceto Globo e Record, não há futuro para os demais grandes grupos nacionais de mídia. No médio prazo deverão desaparecer. Dois deles, porém, não terão nem como esperar o médio prazo. Bandeirantes e Abril caminham ambas a passos largos para a falência. As duas empresas possuem patrimônio líquido negativo superior a R$ 300 milhões. Isso […]

Pequeno exemplo sobre como funciona o mercado de verdade

Os jornais estão noticiando uma guerra entre o norte-americano Uber e a chinesa Didi, que começaria no Brasil, através da compra do aplicativo 99 pela Didi. Mas isso é apenas a superfície do mercado. Se quisermos entender como funciona o mercado de verdade precisamos ir além das aparências, coisa que a grande imprensa raramente faz. […]