A listagem divulgada pela Ancine apresenta a existência de seis canais brasileiros independentes de “espaço qualificado”: CineBrasil TV, Fashion TV, Prime Box, Travel Box, Music Box e O Canal Independente. E mais quatro outros canais independentes que, contudo, não foram considerados de “espaço qualificado”: Fish TV, ÉTV, Climatempo e Woohoo. Além de um canal independente de jornalismo: Nominuto (voltado apenas para o Rio Grande do Norte).

Levantamento deste blog encontrou outros nove canais brasileiros independentes: Sesc, Chef TV, Play TV, World Channel Brasil, TV Corinthians, Agromix, Canal Rural, Esporte Interativo e ÓTV (voltado apenas para o Paraná). Não é possível saber quantos destes canais serão considerados de “espaço qualificado”.

(Nesta listagem não estão incluídos os canais religiosos, de televendas e pornográficos.)

São, portanto, vinte canais brasileiros independentes.

Destes, dois pertencem à radiodifusores, ambos afiliados da TV Globo: ÓTV (Grupo Paranaense de Comunicação) e Canal Rural (RBS). A este grupo de canais brasileiros ditos independentes, mas de propriedade de radiodifusores, devem se juntar em breve os quatro canais da Bandeirantes (BandNews, BandSport, Terra Viva e Arte 1).

Exceto pelo Sesc, os demais dezessete são todos de pequeno porte. Em apenas um caso, uma programadora possui mais de um canal (Prime Box, Travel Box, Music Box).

À existência da cota de canais brasileiros independentes de “espaço qualificado” deve-se somar um conjunto de outras políticas públicas, inclusive de fomento, que visem garantir o surgimento e a manutenção de canais brasileiros que possam se contrapor ao oligopólio dos estúdios norte-americanos e da Globosat.

Afinal, são as programadoras e seus canais que funcionam como filtro de conteúdo, definindo aquilo que será, e o que não será, exibido.

PS: sem contar o Gliz TV (de propriedade da Turner e que um dia já se chamou Fashion TV), este blog não conseguiu encontrar este canal brasileiro independente registrado na Ancine também sobre o nome de Fashion TV.