Com a fusão entre Claro, NET e Embratel, surgiu no Brasil uma única e gigantesca empresa chamada Claro, que reúne sob seu controle também a Brasil Center (call center) e a Star One (satélites).

A Claro é controlada (91,25%) pela mexicana America Movil, de propriedade de um dos homens mais ricos do mundo, Carlos Slim. Mas, ela possui outros sócios, como ex acionistas da Embratel e da NET, que somados detêm 1,19% da empresa.

Os restantes 7,56% do capital da Claro são de propriedade da EG Participações, uma empresa criada anteriormente para acomodar interesses da Embratel e da Globo na NET. A Globo é dona de 100% das ações sem direito a voto (PN) e de 49% das ações com direito a voto (ON) da tal EG.

Trata-se, portanto, de uma participação indireta da Globo na Claro, que gira em torno de 5%. Embora pequena, a participação é estratégica e permite que a empresa dos Marinho, por meio de um acordo de acionistas, tenha poder de vetar a entrada de qualquer canal estrangeiro nas grades de programação da NET e da Claro TV, que somadas possuem cerca de 52% dos assinantes de TV paga no Brasil.

Vale lembrar que a Globo também possui 7% da Sky e usufrui de um acordo de acionistas que também lhe dá direito de vetar canais estrangeiros naquela operadora de TV via satélite.

Este direito da Globo foi usado para barrar a entrada do canal Fox Sports até que a sua controladora (News) aceitasse ceder jogos da Libertadores para o SporTV, da Globosat.

Uma segunda vez o poder de veto foi exercido para evitar a entrada dos canais EI Maxx e EI Maxx 2, de propriedade da Turner (subsidiária integral da Warner), nas grades da NET e da Claro. Mas, a renegociação de todos os canais da Turner e o risco de perder canais importantes fez a America Movil usar de algumas prerrogativas do acordo de acionistas e se sobrepor ao veto da Globo.

O mais impressionante dessa história é que o fato da maior empresa de mídia brasileira ter o poder de vetar concorrentes estrangeiros nas três maiores (NET, Claro e Sky) operadoras de TV paga do país parece não incomodar a Ancine e o CADE.

claro