O Grupo O Estado de São Paulo (OESP) anunciou o fim do Jornal da Tarde. A partir de agora, a família Mesquita pretende se dedicar ao jornal Estado de São Paulo, à Agência Estado e seus sites.

O fim do JT é mais um capítulo da crise dos tradicionais grupos de mídia brasileiros, incapazes de sobreviver no cenário de convergência. Antes do JT, os mesquitas já arrendaram (o que e lei proíbe) suas emissoras de TV para a empresa Top Sports, dona do canal Esporte Interativo.

O grupo OESP também é usado de biombo para que a Disney possa burlar o limite de 30% de capital estrangeiro em rádios, TVs abertas, revistas e jornais. Assim, através da família Mesquita, a Disney opera duas rádios em São Paulo: Estadão ESPN e Disney.

Com toda certeza, o fim do JT é apenas mais um capítulo da crise da mídia brasileira e de como veremos a troca de guarda entre os velhos oligarcas brasileiros e os grupos transnacionais que avançam sobre o mercado brasileiro.