Tenho o pacote super-hiper-ultra da NET, com inúmeros canais. Na imensa maioria, a programação é de baixíssima qualidade. Centenas de canais e nada para ver!

Há poucas exceções como Rá-Tim-Bum, Futura, Telecine Cult, +Globosat, SescTV e BBC HD. Talvez a esse grupo venha se somar o Arte 1, do Grupo Bandeirantes.

Fora da NET há, ainda, duas excelentes opções: Eurochannel e Film&Arts. Este último é de propriedade da Pramer, uma subsidiária argentina (direcionada ao mercao latino) da norte-americana Liberty Media, de propriedade do milionário John Malone. Pois parece que a Pramer tem pouco interesse no mercado brasileiro. O Film&Arts é o único de seus seis canais distribuído também em lingua portuguesa e mesmo essa opção vai chegando ao fim.

Atualmente o Film&Arts só está disponível na Vivo TV. Com o fim do MMDS, a Vivo TV, por sua vez, ficará restrita à São Paulo, Curitiba, Foz do Iguaçu e Florianópolis. Ou seja, apenas assinantes da Vivo TV nessas quatro cidades têm acesso a um canal capaz de se diferenciar pela qualidade de sua programação.

Não será de se estranhar se em breve o sinal em português for desativado. Uma pena!