Depois de um duplo elogio, infelizmente uma crítica.

A Instrução Normativa 100, da Agência Nacional de Cinema (Ancine), estabeleceu que a transmissão de shows será considerada (ao lado de filmes, séries, desenhos, documentários e reality shows) como “espaço qualificado”.

Com isso, o canal Multishow HD (em processo de mudança para passar a se chamar Bis) foi classificado como um canal brasileiro de “espaço qualificado” e estará apto a preencher a cota de canais brasileiros de espaço qualificado que não sejam independentes.

Críticas erram o alvo

Desde a publicação da IN 100, muitos produtores criticaram a inclusão dos reality shows como espaço qualificado, não percebendo que a Ancine determinou que só contarão para cumprimento de cota aqueles reality shows cujo formato seja de propriedade de brasileiros. Ora, esse é, na verdade, um estímulo para a produção de formatos brasileiros, contra a atual enxurrada de formatos licenciados de empresas estrangeiras, como a Endemol, por exemplo.

Ao errarem o alvo, produtores e programadores brasileiros não perceberam que estavam deixando passar o principal problema na definição da Ancine: a inclusão de shows como espaço qualificado.

O resultado aparece agora, quando um canal que transmite 24 horas de shows será considerado como de “espaço qualificado”. Uma pena…