Em nova matéria sobre o tema, o site Convergência digital (leia aqui) informa que o NIC.br (a entidade responsável por implementar as decisões do Comitê Gestor da Internet – CGI.br) decidiu solicitar que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) reveja sua decisão de escolher a PriceWaterHouseCoopers (PWC) como Entidade Aferidora da Qualidade (EAQ) da Internet no Brasil.

O NIC.br questiona a metodologia de medição, que permitirá que a suposta qualidade de uma rede seja medida dentro desta rede, tornando possível que a operadora de telecomunicações use de expedientes para alterar o resultado. E o NIC.br questiona ainda a qualidade do software escolhido para a medição, que deixa de monitorar uma série de fatores fundamentais para averiguar a qualidade de uma rede.

Com isso, o NIC.br e, por extensão, o CGI.br assumem um relevante papel público, de defender a necessidade de termos uma medição imparcial da qualidade da Internet no Brasil. Parabéns aos seus membros!