A Globo (60%) e sua afiliada RBS (40%) eram sócias em uma empresa chamada GEO, responsável por organizar eventos, especialmente aqueles de cunho artístico e esportivo.

A GEO foi indicada pela FIFA e pelo Comitê Organizador Local do Copa do Mundo de 2014 (cuja secretária-executiva é Joana Teixeira Havelange, neta de João Havelange e filha de Ricardo Teixeira) para organizar os eventos oficiais durante a Copa do Mundo no Brasil.

No dia 16 de fevereiro, foi informado que a Globo comprou os 40% da RBS na GEO, tornando-se a única acionista da empresa.

Em contrapartida, a RBS recebe a participação controladora que a GEO possuía na HSM (empresa que organiza eventos de negócios). A HSM era dona de um canal de TV paga (Management TV), mas que parece ter sido encerrado.

Assim, além de ter os direitos de transmissão da Copa, a Globo funcionará como uma espécie de promoter do evento.