A discussão nesta ABTA tem girado muito em torno das qualificações de programação dos canais. Ou seja, se eles são de espaço qualificado, se transmitem 12 horas de conteúdo brasileiro, etc.

Mas, há outras questões para as quais a Ancine deverá dar respostas e que são igualmente importantes. Em geral, elas dizem respeito à propriedade dos canais. Vejamos:

– A Globosat será considerada uma programadora “independente”?

– Qual a participação acionária da Globosat nas programadoras USA e Telecine? Estas duas serão consideradas como programadoras brasileiras?

– Os canais MGM e MGM HD são distribuidos pela Bandeirantes. Os canais Syfy e Studio Universal (ambos da NBC-Universal) são distribuidos pela Globosat. Quais são as programadoras destes canais?

– O canal Woohoo é um canal brasileiro?

– Há canais lineares sendo disponibilizados apenas em mídias móveis e/ou na Internet? Se existem, eles serão registrados na Ancine?