Na Europa, companhia enfrenta pressão crescente de autoridades

Stephanie Bodoni, Bloomberg, de Gallen (Suíça)
21/05/2010

Os problemas do Google com as autoridades europeias estão aumentando. A empresa, que já estava sob investigação na Alemanha devido a sua prática de colecionar dados a partir do serviço de mapa Street View, agora enfrenta investigações na Espanha, França, Itália e República Tcheca por possíveis violações de leis sobre privacidade.

O organismo responsável pela proteção de informações na Espanha pediu, ontem, uma investigação para saber se o Google, dono do mais usado mecanismo de busca da internet, quebrou regras de privacidade do país ao colecionar e armazenar dados de redes Wi-Fi (um tipo de rede sem fio).

O Street View permite que usuários do Google cliquem em mapas para ver fotografias de estradas. No dia 17, o Google informou que havia apagado por engano dados recolhidos de redes sem fio na Irlanda e que previa ocorrências semelhantes em outros países.

"Estragamos tudo" por coletar informações das redes Wi-Fi enquanto recolhíamos dados para o Street View, disse Sergey Brin, cofundador do Google, ontem, em resposta às investigações governamentais. A companhia está complementando seus controles internos, afirmou Brin.